loader
banner

Os resultados de uma consulta online sobre rastreabilidade de gado mostram que há um amplo apoio ao rastreamento de animais de criação, mas há preocupações com prazos mais apertados para a notificação e retenção de tags.

A Agência Canadense de Inspeção de Alimentos realizou as consultas de março a junho de 2023 e divulgou recentemente um resumo dos 1.299 comentários recebidos de 778 remetentes.

Por que é importante: Pecuária rastreabilidade tem sido implementado de diversas formas nos sectores pecuários, com vários graus de benefícios e custos para os produtores.

A CFIA propôs alterações aos regulamentos nacionais de rastreabilidade que incluem:

Adicionar cabras e cervídeos de criação (como veados e alces) aos requisitos nacionais de rastreabilidade;

Requisitos de circulação para todas as espécies regulamentadas;

Requisitos de relatórios reduzidos para sete dias, dos 30 a 60 dias anteriores;

Relatório obrigatório de números de identificação das instalações;

Requisitos em torno de indicadores de animais, incluindo etiquetas

A CFIA também afirma que planeja modernizar as formas como os animais são identificados para tornar os indicadores tecnologicamente neutros.

Embora a agência procurasse principalmente obter informações sobre novas regulamentações, também recebeu muitos comentários sobre a perda de etiquetas, às quais se refere como indicadores de animais. Caso a etiqueta seja perdida, ela deverá ser substituída pela pessoa que possui o animal. A CFIA afirma que há preocupações sobre o alto custo das etiquetas.

Os novos regulamentos não apoiados pelos entrevistados incluem preocupações sobre o tempo necessário para cumprir alguns dos requisitos.

Havia a preocupação de que os tempos de notificação e o registo das matrículas dos veículos envolvidos na movimentação de gado dariam muito trabalho. Além disso, a necessidade de comunicar o movimento do gado e de aplicar etiquetas aos animais não identificados seria um fardo para as feiras e exposições de gado.

Também foram observados desafios em relação à saída de carcaças de suínos, e também à data e hora de partida de suínos vivos. Foram expressas preocupações com a venda ou transferência de etiquetas aprovadas para outras partes.

A CFIA disse que várias áreas receberam reações mistas dos comentaristas. Eles incluíram a quantidade de tempo necessária para relatar o movimento. Alguns achavam que sete dias faziam sentido e outros queriam que o tempo exigido fosse menor.

Alguns apoiaram a necessidade de as clínicas veterinárias reportarem o movimento de gado de e para as instalações, mas outros consideraram que o ónus deveria recair sobre os proprietários de gado.

É permitida uma isenção para animais importados para abate imediato e alguns estavam preocupados com o risco que isso poderia representar para o controlo de doenças.

E embora houvesse apoio para a identificação de cabritos jovens para carne, algumas pessoas estavam preocupadas com o fardo desse requisito devido ao baixo valor de mercado dos animais.

A CFIA afirma que agora recorrerá às partes interessadas para encontrar soluções para as preocupações. Planeia publicar as alterações finais aos novos regulamentos de rastreabilidade em 2024.

A postagem CFIA ouve preocupações sobre novos tempos de relatórios de rastreabilidade apareceu primeiro em Farmário.

https://farmtario.com/livestock/cfia-hears-concerns-about-new-traceability-reporting-times/
Autor: John Greig

A Uniorka oferece uma ampla gama de cursos de graduação, pós-graduação e técnicos, todas na modalidade a distância. Com foco em flexibilidade e acessibilidade, aliada a Faspec se destaca por facilitar o acesso à educação de qualidade para estudantes de todo o Brasil, oferecendo cursos em áreas como química, eletrotécnica, mecânica, segurança do trabalho, pedagogia, e muitos outros. Para mais informações sobre os cursos e inscrições, visite https://www.uniorka.com.br

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *